Bird Box sofreu uma série de críticas após ser descoberto que o filme da Netflix utilizou imagens de um desastre no Canadá. O acidente aconteceu em 2013 e envolve o descarrilamento de um trem.

Na ocasião, 40 passageiros morreram. Para veículos internacionais, a plataforma de streaming confirmou que usou as imagens do desastre de Lac-Mégantic. Além disso, confirmou para BBC que não removerá a cena de Bird Box.

De acordo com a plataforma, que não quis conceder maiores comentários, o momento é usado para mostrar o início de um mundo apocalíptico. Em contrapartida, o prefeito da cidade, Julie Morin, criticou publicamente a Netflix.


“Você pode ter certeza que vamos acompanhar isso, e os nossos cidadãos estão do nosso lado”, declarou o político.

O curioso é que no início dessa semana,foi descoberto que a série Travelers também utilizou imagens de um acidente real. No entanto, a Peacock Alley Entertainment pediu desculpas porque não imaginava que o material, comprado da Pond 5, era verdadeiro.

Vale lembrar que Bird Box não é o primeiro caso da Netflix. Antes, Death Note usou imagens de um acidente na Bélgica. Na ocasião, a plataforma de streaming também recebeu severas críticas.

Bird Box | Sarah Paulson se recusa a revelar o que sua personagem viu no filme

Bird Box conta a história de um futuro pós-apocalíptico. Nele, a Terra é invadida por aliens que dominam o mundo e buscam controlar as pessoas.

O elenco do suspense ainda conta com Sarah Paulson, John Malkovich, Jackie Weaver, Trevante Rhodes, Lil Rel Howery, Machine Gun Kelly e Danielle Macdonald.

Eric Heisserer, indicado ao Oscar por seu trabalho em A Chegada, assina o roteiro de Bird Box. Susanne Bier, diretora dinamarquesa de The Night Manager, dirige.

Bird Box já está disponível na Netflix.