Após tweets antigos de Nick Vallelonga mostrarem conteúdo xenofóbico contra muçulmanos, o roteirista de Green Book: O Guia se desculpou publicamente através do The Wrap.

“Eu quero me desculpar. Eu passei toda a minha vida tentando trazer essa história sobre superar diferenças e encontrar coisas em comum para as telas, e sinto muito a todos aqueles associados a Green Book”, declarou Vallelonga.

“Eu gostaria de me desculpar especialmente ao brilhante e gentil Mahershala Ali, e todos os membros da fé muçulmana, pelo mal que provoquei. Eu também me desculpo muito ao meu falecido pai, que mudou muito após a amizade com o Dr. Shirley e eu prometo que sua lição não se perdeu em mim. Green Book é uma história sobre amor, aceitação e superação de barreiras, e eu vou melhorar”, promete.


Green Book: O Guia | Roteirista do filme deleta conta no Twitter após postagem xenofóbica ressurgir

Green Book: O Guia é dirigido por Peter Farrelly (Quem Vai Ficar com Mary?) e traz Viggo Mortensen (O Senhor dos Anéis) e Mahershala Ali (Moonlight: Sob a Luz do Luar) como protagonistas.

Ali interpreta o pianista Don Shirley, enquanto que Mortensen vive Tony Vallelonga, que é contratado pelo pianista para protegê-lo em uma jornada até um concerto no Sul do país.

Green Book é baseada na amizade, da vida real, desenvolvida por dois homens após uma difícil jornada. O roteiro do filme foi escrito por Farrely, Brian Hayes Currie e Nick Vallelonga, filho de Tony.

Green Book: O Guia estreia em 24 de janeiro no Brasil.