A polêmica do filme Green Book: O Guia continua. Dessa vez, Viggo Mortensen, que vive o segurança Tony Lipp, respondeu críticas dos familiares de Don Shirley, representado na obra por Mahershala Ali.

As principais acusações veem do sobrinho do pianista, Edwin Shirley III e do irmão de Shirley, Maurice. Em entrevista ao Shadow and Act, a dupla garantiu que a amizade do músico e do segurança, que é parte do filme, é falsa e faz parte de uma série de “mentiras dolorosas”.

Além disso, outras reclamações são sobre o fato de Don Shirley ser representado em uma relação difícil com a família.


“O roteirista Nick Vallelonga tem mostrado admirável restrição de algumas acusações e reclamações – inclusive de familiares – que são injustificáveis, não são corroboradas e são injustas, tanto que vêm sendo rebatidas por outras pessoas que conheciam Don Shirley. Há evidência de que não existem as conexões que a família clama ter”, afirmou o ator à Variety.

Green Book: O Guia | Mahershala Ali pede desculpas por “mentiras dolorosas” do filme

Green Book: O Guia é dirigido por Peter Farrelly (Quem Vai Ficar com Mary?) e traz Viggo Mortensen (O Senhor dos Anéis) e Mahershala Ali (Moonlight: Sob a Luz do Luar) como protagonistas.

Ali interpreta o pianista Don Shirley, enquanto que Mortensen vive Tony, que é contratado pelo pianista para protegê-lo em uma jornada até um concerto no Sul do país.

Green Book é baseada na amizade, da vida real, desenvolvida por dois homens após uma difícil jornada. O roteiro do filme foi escrito por Farrely, Brian Hayes Currie e Nick Vallelonga, filho de Tony.

Green Book: O Guia estreia em 24 de janeiro no Brasil.