Para que a história de Homem-Aranha no Aranhaverso ser finalizada em menos de 2 horas, mais de 10 minutos de cenas animadas tiveram que ser cortadas pela equipe de produção.

Homem-Aranha no Aranhaverso, Wifi Ralph e mais filmes animados que estreiam em 2019

A revelação foi feita pelo produtor Bob Persichetti, em entrevista ao site Collider.


“É muito raro em um filme de animação cenas serem cortadas. Tem cerca de 10 minutos disso nesse filme, o que é realmente um número muito alto”, explicou Persichetti.

Para criar um filme animado, diversos passos são necessários, desde o desenho à animação propriamente dita. E tudo isso custa muito dinheiro. Dessa forma, os diretores de filmes desse tipo costumam escolher as cenas que irão para a versão final ainda em esboços em preto e branco.

O produtor também revelou que toda a equipe gostaria muito que as cenas deletadas fossem incluídas na versão final, mas acabaram desistindo devido ao tempo de duração do longa.

“Existe uma cena específica, que todos amamos, mas o filme acabava não deixando espaço para ela”, revelou o produtor.

Persichetti não deu detalhes sobre o conteúdo das cenas cortadas, mas espera-se que elas sejam disponibilizadas em uma futura versão de DVD do filme.

Em Homem-Aranha no Aranhaverso, o jovem Miles Morales se vê com problemas na escola e passa por uma nova fase com a puberdade, ao mesmo tempo em que aprende a utilizar os seus novos poderes de Homem-Aranha.

Para lidar com tudo isso, o garoto ganha novos amigos, que são simplesmente os heróis de outros universos, como Peter Parker (Jake Johnson), o Porco-Aranha (John Mullaney), O Homem-Aranha Noir (Nicolas Cage), a Spider-Gwen (Hailee Steinfeld) e a Peni Parker (Kimiko Glenn).

O roteiro de Homem-Aranha no Aranhaverso foi escrito por Phil Lord e Chris Miller, dupla responsável pela comédia Anjos da Lei e a animação Uma Aventura LEGO.

Homem-Aranha no Aranhaverso estreia nos cinemas brasileiros em 10 de janeiro de 2019.