O novo terror dos produtores de O Chamado, Morte Instantânea (Polaroid), voltou para o limbo. De acordo com o Bloody Disgusting, o terror do diretor Lars Klevberg não será mais lançado na Netflix.

Em agosto de 2018, a plataforma de streaming abriu negociação para ter os direitos de exibição. Mas, a financiadora da produção, que pertence à Harvey Weinstein, ameaçou bloquear o lançamento na justiça. Com isso, a Netflix teria desistido de assinar um contrato por Morte Instantânea.

O Bloody Disgusting ainda informa que o filme está começou a ser vendido na última semana pela Amazon da Alemanha. Assim, a situação da distribuição deve ser conhecida nas próximas semanas.


O terror, que é dirigido por Lars Klevberg, deveria ter sido lançado em 2017. Mas, como a Dimension Films, estúdio que gravou o longa, faz parte das empresas de Harvey Weinstein, Morte Instantânea foi adiado por tempo indefinido após a polêmica envolvendo o produtor estourar. Desde o ano retrasado, Weinstein responde por diversas acusações de crimes sexuais.

Morte Instantânea, novo terror dos produtores de O Chamado, deve ser comprado pela Netflix

Morte Instantânea conta a história de uma solitária estudante do ensino médio, Bird Fitcher, que tropeça em uma câmera Polaroid que guarda um obscuro segredo. Ela logo descobre o poder especial da câmera: aqueles que têm sua foto tirada estão destinados a um fim trágico.

O terror é estrelado por Kathryn Prescott, Mitch Pileggi, Grace Zabriskie, Tyler Young, Keenan Tracey, Samantha Logan, Priscilla Quintana, Madelaine Petsch e Javier Botet. Os produtores Roy Lee e Chris Bender dão o tom de O Chamado para o roteiro, escrito por Blair Butler.

O terror segue sem previsão de lançamento com a polêmica.