Rami Malek, indicado ao Oscar de Melhor Ator por interpretar Freddie Mercury em Bohemian Rhapsody, não esperava ser selecionado para concorrer à estatueta. Ao menos, é isso que o astro afirmou para Entertainment Weekly.

O ator contou que está trabalhando em Paris, na França, e não estava atento ao anúncio dos indicados. De repente, Rami Malek foi surpreendido.

“O telefone começa a tocar e é um lindo dia de neve, então há alguma mágica no que está acontecendo. É algo que você nunca espera que aconteça. É como um sonho distante que os atores tem e desejam em algum grau. Mas, que nunca parecia ser possível – é um momento maravilhoso, para dizer o mínimo”, definiu Rami Malek.


O protagonista de Bohemian Rhapsody ainda disse que esse é um “momento único” na vida dele. Rami Malek garantiu que não esperava pela indicação. Essa foi a primeira vez que o ator foi selecionado ao Oscar.

Oscar 2019 foi a edição mais inclusiva para filmes LGBT, diz organização

“Talvez em algum ponto, você considera. Eu sou muito grato por poder trabalhar como ator. A porcentagem de pessoas que chegam a esse ponto é tão pequena que você sempre vê uma distância, mesmo que tenha recebido prêmio ou não no passado”, explicou o astro.

Na categoria de Melhor Ator, Rami Malek concorre com Christian Bale (Vice), Willem Dafoe (No Portal da Eternidade), Viggo Mortensen (Green Book: O Guia) e Bradley Cooper (Nasce Uma Estrela).

A 91ª edição do Oscar acontece no dia 24 de fevereiro. Após a desistência de Kevin Hart, a cerimônia não contará com um apresentador fixo pela primeira vez em 30 anos.