O acordo de Disney e Sony, que permite a Marvel utilizar o Homem-Aranha, pode abrir possibilidades para outros filmes da editora. Esse é o caso de Pantera Negra 2, que tem novamente Ryan Coogler na direção e no roteiro.

O ComicBook relembrou uma entrevista do diretor para o Yahoo UK Movies ainda em 2018. Nela, Ryan Coogler lamentava não poder utilizar Kraven – O Caçador em Pantera Negra por questões contratuais.

“Eu sempre amei Kraven em quase todas as suas versões. Então teve um momento em que eu pedi, ‘Posso ter o Kraven?’, e eles apenas me disseram, ‘Você não tem o Kraven’. Ele era um dos personagens que eu pensei, ‘Oh, cara!’. Mas, não sei se ele se encaixaria no filme que acabamos tendo”, declarou o diretor na época.


Kraven é um aristocrata que aparece originalmente nos quadrinhos do Homem-Aranha. A sua superforça e agilidade vêm de uma erva mágica. Ocasionalmente, o vilão aparece nas revistinhas do Pantera Negra.

Pantera Negra 2 | Michael B. Jordan pode voltar para a continuação

Por enquanto, essa adição não passa de especulação. A Sony também deu indicativos de que poderia fazer um filme solo do Kraven.

O Pantera Negra, que tem a identidade do Rei T’Challa, retornará em Vingadores: Ultimato, juntamente com o povo de Wakanda. Depois, o personagem deve aparecer na continuação de sua história solo.

Dirigido novamente pelos irmãos Anthony e Joe Russo, Vingadores: Ultimato deve mostrar o embate final entre Thanos e os Vingadores após os eventos de Guerra Infinita, com a Capitã Marvel e o Homem-Formiga se unindo à super-equipe na história que deve marcar o fim de uma era para a Marvel Studios.

Vingadores: Ultimato estreia no dia 25 de abril. Pantera Negra 2 ainda não tem previsão de estreia.