Uma das grandes surpresas da noite do Oscar 2019, que aconteceu no domingo, dia 24, foi o prêmio para o documentário Absorvendo o Tabu, da Netflix, que ganhou a estatueta de Melhor Documentário de Curta-Metragem.

Oscar 2019 | Glenn Close explica como conheceu a mãe de Lady Gaga

O curta retrata a realidade de muitas mulheres em regiões precárias da Índia e como elas lidam com o estigma da menstruação. Os produtores ainda focaram a história em um grupo de mulheres que produzem absorventes de baixo custo na região, algo que gerou uma revolução em seus modos de vida.


A diretora de Absorvendo o Tabu, Rayka Zehtabchi, a única mulher indicada nesta categoria, afirmou chocada em seu discurso no palco do Oscar: “Não acredito que um filme sobre menstruação ganhou o Oscar.” Ao seu lado, estava a produtora do curta-metragem, Melissa Bertone.

Nas redes sociais, o prêmio causou frisson e os internautas comemoraram: “um filme sobre menstruação ganhou o Oscar, que momento!”, “quero abraças todas essas mulheres indianas” e até soltaram um novo lema: “juntas pela menstruação”.

Confira as reações, abaixo!