Máquinas Mortais e They Shall Never Grow Old foram ambos produzidos por Peter Jackson no ano passado. O que ninguém esperava era que o documentário sobre a 1ª Guerra Mundial iria superar a bilheteria do primeiro capítulo de uma possível nova franquia da Universal.

Máquinas Mortais | Filme acidentalmente traz paralelo com cena famosa de Batman vs Superman

Máquinas Mortais fracassou nas bilheterias. Confiando mais em efeitos especiais e alegorias do que em uma trama sólida, o filme faturou apenas 15,95 milhões de dólares nas bilheterias americanas. Para ser produzido, ele custou de 100 a 150 milhões.


They Shall Never Grow Old, o documentário da 1ª Guerra Mundial já faturou mais de 16 milhões e alcançou 99% de aprovação no Rotten Tomatoes.

O documentário mistura material nunca divulgado e gravações de áudio do Museu Imperial da Guerra, na Inglaterra. Com a utilização de tecnologia de ponta para colorir as imagens em preto e branco, o resultado final emocionou público e crítica. A produção foi celebrada por conseguir humanizar os combatentes da Guerra das Trincheiras.

A trama de Máquinas Mortais segue a adaptação do livro de Philip Reeve, que mostra o adolescente Tom Natsworthy em um mundo futurístico com design steampunk de Londres, que é controlada por máquinas ligadas ao planeta Terra, se alimentando dos recursos de cidades pequenas. Tom, juntamente com a jovem Hester Shaw partem em uma jornada de mistério para descobrir informações sobre esse mundo injusto.

O filme conta com Robert Sheehan como Tom, Hera Hilmar como Hester, Jihae, Leila George, Hugo Weaving, Stephen Lang, Patrick Malahide, Colin Salmon e Rege-Jean Page.

They Shall Not Grow Old ainda não tem previsão de estreia no Brasil.