A discussão em torno de as produções originais da Netflix poderem ou não ser exibidas no Festival de Cinema de Berlim acabou ofuscando a estreia de Elisa & Marcela, história sobre um relacionamento entre duas mulheres espanholas.

Representantes de cinemas independentes da Alemanha escreveram uma carta à ministra da Cultura alemã, Monika Gruetters, e ao diretor do Festival de Cinema de Berlim, Dieter Kosslick, pedindo que o longa-metragem seja retirado da competição. Para eles, a Netflix se enquadra mais como TV do que cinema.

“A Berlinale representa a telona, a Netflix a telinha. Nós queremos que continue sendo assim no futuro e não queremos que o maior festival do mundo em termos de público, com mais de 300 mil espectadores, se torne um festival televisivo”, explicaram.


The Umbrella Academy | Vídeo legendado apresenta os heróis da série da Netflix

Uma porta-voz do Festival de Cinema de Berlim emitiu um comunicado esclarecendo que Elisa & Marcela é elegível porque será exibido em cinemas na Espanha. Logo depois, chegará ao serviço de streaming.

Filmado em preto e branco, Elisa & Marcela é baseado na história real de Elisa Sánchez Loriga e Marcela Gracia Ibeas, que se apaixonam na escola e conseguem se casar em 1901, quando uma delas conseguiu se disfarçar como um homem chamado Mario, cortando o cabelo, usando um terno e desenhando um bigode. Detalhe: o casamento entre pessoas do mesmo sexo foi legalizado na Espanha apenas em 2005.

A direção é de Isabel Coixet.