Uma das teorias da conspiração mais famosas da internet envolve Walt Disney. Em muitos fóruns, há textos e explicações que sugerem que a personalidade foi congelada criogenicamente, para futuramente, com o avanço da tecnologia, ser reanimada.

Agora, uma teoria do portal Screen Rant garante que a animação Frozen tem esse título para criar uma distração da lenda urbana. O site conta que os internautas usam como argumento uma reportagem de 1972 do Los Angeles Times, em que era revelado o interesse de Walt Disney pela técnica de congelamento. Mesmo assim, é sempre bom lembrar que Walt Disney foi cremado ainda em 1966, quando faleceu.

Por conta disso, o Google, antes mesmo do lançamento de Frozen, tinha um alto índice de buscas por “Disney congelado”. Percebendo os números, a casa do Mickey Mouse teria decidido colocar o título da animação de Frozen, para se aproveitar da lenda urbana.


Frozen 2 | Teoria afirma que Elsa pode fazer parte de um grupo de quatro princesas superpoderosas

Outro argumento é que Frozen é baseado no conto The Snow Queens, de Hans Christian Anderson. Assim, o título do filme poderia ter sido A Princesa do Gelo. Mas não, a Disney optou justamente por Frozen.

Já para os fãs que gostam de teorias da conspiração, está mais do que claro que isso é indicativo de que o corpo de Walt Disney está bem guardado e congelado.

Enquanto isso, a história de Frozen já tem uma continuação marcada. O elenco de Frozen 2 conta com os retornos de Kristen Bell, Idina Menzel e Josh Gad, enquanto Sterling K. Brown (This Is Us) e Evan Rachel Wood (Westworld) são algumas das adições.

Frozen 2 estreia nos cinemas americanos em 22 de novembro. No Brasil, o filme chega apenas em 2 de janeiro de 2020.