Antes da Marvel Studios dominar o cenário de Blockbuster contemporâneo, Sam Raimi conquistou o mundo com o primeiro filme do Homem-Aranha em 2002, que até hoje permanece como um marco para o gênero.

Em entrevista para a GQ, o ator Willem Dafoe, que viveu o vilão Duende Verde, relembra como se divertiu ao interpretar o icônico personagem no filme de Raimi.

Sam Raimi fez um milagre ali. Ele fez um filme meio pessoal dentro de um filme grande e com muitos efeitos. Era o começo do jogo para filmes baseados em quadrinhos, então ainda não tinha fórmula”, elogia o ator.


“O que eu adorei em Homem-Aranha foi fazer o papel duplo. Todos pensam que Duende Verde e tudo isso foi divertido, mas o papel mais interessante provavelmente foi o do pai, Norman Osborn. Porque você podia interpretar essas cenas onde você trocava da comédia pro drama com uma fala”, explica Dafoe.

“Há algumas cenas que ainda me fazem rir, porque têm tanto duplo sentido e elas oscilam muito entre serem muito pesadas e muito bobas. E o filme é cheio disso”, relembra.

Homem-Aranha: Longe de Casa | Boneco inspirado no filme revela mais detalhes do Traje Furtivo

A trilogia de Sam Raimi acabou em 2007, e atualmente Tom Holland interpreta o herói nos cinemas, aparecendo pela próxima vez em Homem-Aranha: Longe de Casa.

Zendaya, Michael Keaton, Marisa Tomei, Martin Starr e Tony Revolori também estarão de volta no filme, que move a ação para férias escolares na Europa. Samuel L. Jackson também participará como Nick Fury.

Dirigido novamente por Jon Watts, Homem-Aranha: Longe de Casa estreia nos cinemas brasileiros em 4 julho.