Polêmico documentário que reúne denúncias de pedofilia contra o falecido cantor Michael Jackson, Leaving Neverland pode ganhar uma sequência.

Em entrevista com a Variety, o diretor Dan Reed contou que quer entrevistar Jordan Chandler e Gavin Arvizo em uma continuação. Chandler e Arvizo também já acusaram Jackson de tê-los molestado durante a infância.

“Se Jordan Chandler aparecesse, e se eu pudesse sentar com ele, falaria com ele do jeito que fiz com Wade e James. Certamente seria muito interessante. O mesmo vale para Gavin.”


Leaving Neverland | Polêmico documentário sobre Michael Jackson ganha data de estreia na HBO

A sinopse do documentário diz: “No auge de seu estrelato, Michael Jackson começou relacionamentos duradouros com dois garotos de 7 e 10 anos e suas famílias. Agora com 30 anos, eles contam a história de como foram abusados ​​sexualmente por Jackson e como chegaram a um acordo para ficarem calados anos depois.”

O documentário traz entrevistas com James Safechuck e Wade Robson, que alegam ter sido molestados por Michael Jackson quando ainda eram crianças.

Ações judiciais movidas por Robson e Safechuck contra Jackson foram rejeitadas por um juiz em Los Angeles em 2017.

Leaving Neverland será exibido em duas partes na HBO, nos dias 3 e 4 de março.