Green Book: O Guia ganhou o prêmio de Melhor Filme no Oscar 2019, o que não agradou a indústria de Hollywood. Alguns críticos foram duros com a escolha da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas.

Justin Chang, do Los Angeles Times, afirma que Green Book: O Guia “é o pior Melhor Filme desde Crash: No Limite”, que levou o principal prêmio do Oscar em 2006. Além disso, disse que a vitória do longa “é uma vergonha”.

Green Book é baseado na amizade, da vida real, de um músico, Don Shirley (Mahershala Ali), e de seu motorista Tony (Viggo Mortensen). Os dois partem para uma jornada difícil em uma turnê de Shirley no Sul dos EUA, tendo que enfrentar o racismo na região.


Oscar 2019 | Confira a lista dos vencedores

“A comédia inter-racial de Peter Farrely é um insulto simplista e agressivo. O filme reduz o longo e bárbaro histórico do problema do racismo americano para uma fórmula, uma equação dramática que pode ser balanceada e resolvida. Um eficiente agradador de público que se passa no profundo Sul de 1962, o filme tem um esforço de te colocar em um bom-humor”, disparou o crítico.

Antes das declarações de Chang, a própria família de Don Shirley atacou o filme. Membros concederam entrevistas para imprensa norte-americana afirmando que Green Book: O Guia “é uma sinfonia de mentiras”.

Bohemian Rhapsody, A Favorita, Infiltrado na Klan, Nasce Uma Estrela, Pantera Negra, Roma e Vice também disputaram a categoria. A produção do longa vencedor não se pronunciou após as críticas.