Bryan Singer foi mais uma vez ignorado por Rami Malek. Dessa vez, foi na premiação do BAFTA. Assim como no Globo de Ouro, o artista venceu a categoria de Melhor Ator por Bohemian Rhapsody.

O intérprete de Freddie Mercury, dessa vez, aproveitou também para agradecer o diretor substituto do filme, Dexter Fletcher. Bryan Singer foi demitido do filme na metade das gravações.

“Essa é verdade, magnífico. Obrigado ao BAFTA por esse presente lindo. Eu não acredito que eu estou incluído nesse grupo de atores, que eu respeito tanto e admiro”, declarou o astro, que logo depois, complementou: “Eu preciso agradecer a Fox, nossos produtores, Dexter Fletcher, e esse elenco extraordinário, que eu fui abençoado por trabalhar junto todos os dias. Não estaria aqui sem vocês”.


Sabe-se que a relação de Bryan Singer com a produção e elenco do filme não é das melhores. O diretor foi demitido depois de não comparecer no set por vários dias. Além disso, há relatos de brigas envolvendo o cineasta no set.

Recentemente, Bryan Singer também foi acusado de ter assediado sexualmente menores de idade. Até por isso, a sua indicação de Melhor Direção foi excluída do BAFTA.

Rami Malek abre o jogo sobre relação com Bryan Singer: “Uma situação desagradável”