Em entrevista com a Empire, o diretor Simon Kinberg e o produtor Hutch Parker discutiram sobre os poderes de Jean Grey em X-Men: Fênix Negra.

Com o Força da Fênix acionando os poderes telepáticos e telecinéticos de Jean, suas habilidades agora excedem em muito seu controle. “Ela está se tornando a mais poderosa mutante – ou entidade mais poderosa – em nosso mundo”, diz Kinberg. “Ela vai perdendo o controle à medida que se torna mais e mais poderosa. Ela vai controlando as vozes em sua cabeça até ouvir todas as vozes do mundo.”

A telepatia de Jean nunca foi capaz de penetrar no capacete protetor de Magneto – mas com a Força da Fênix ao seu lado, ela o esmaga contra seu crânio, transformando seu escudo em sua arma. “É um momento simbólico muito poderoso”, diz Kinberg. “Ninguém está a salvo de Jean quando ela está fora de controle e incorporando totalmente este novo poder. Mesmo o mais poderoso ‘vilão’ do universo dos X-Men está impotente diante dela neste estado.”


Quanto a Charles Xavier, ele não é apenas incapaz de impedir que a Força da Fênix assuma Jean, mas também tem que impedir que os X-Men se separem. “Cada personagem é desafiado em seu relacionamento com Jean”, diz Parker. “Mais notavelmente o Professor X, porque estamos tão acostumados a ele estar no controle. Acho que é isso que faz o filme parecer relacionável, emocional e humano.”

Kinberg concorda: “O professor X não tem todas as respostas. Ele tem que enfrentar as consequências de cometer erros.”

X-Men: Fênix Negra | Os 16 grandes momentos e detalhes do novo trailer

O elenco de Fênix Negra conta ainda com os retornos de James McAvoy, Michael Fassbender, Jennifer Lawrence, Nicholas Hoult, Alexandra Shipp, Tye Sheridan, Evan Peters e Kodi Smit-McPhee. Jessica Chastain vive a vilã do filme.

Simon Kinberg fará sua estreia na direção, após trabalhar na produção e roteiro de praticamente todos os filmes da franquia.

X-Men: Fênix Negra estreia nos cinemas no dia 6 de junho.