A ex-Bond girl Eva Green, uma das estrelas de 007 – Cassino Royale, entrou na discussão se o agente 007 pode ser uma mulher algum dia. A atriz não quer ver isso.

Para a famosa, que viveu Vesper Lynd na franquia, o papel deve sempre permanecer com homens. Green não consegue enxergar como descontinuar esse fato.

“Eu sou uma mulher, mas eu acho que James Bond deve permanecer um homem. Não faz sentido ele ser uma mulher. Mulheres podem ter diferentes tipos de papéis, podem estar em filmes de ação e de heróis, mas James Bond será sempre um homem e não Jane Bond. Há uma história do personagem que deve ser contínua”, afirma a atriz.


Bond 25 | Daniel Craig usará carro elétrico de R$ 1 milhão

No momento, a história do agente secreto continuará com Bond 25.

O filme será o último filme de Daniel Craig na pele do agente secreto James Bond, após Cassino Royale, Quantum of Solace, Operação Skyfall e Spectre.

Naomie Harris, Lea Seydoux e Ralph Fiennes também reprisam seus papéis dos filmes anteriores.

Cary Fukunaga acabou sendo escolhido para dirigir Bond 25. O diretor é mais conhecido pela primeira temporada de True Detective e o filme Beasts of No Nation, da Netflix. O roteiro fica por conta de Scott Z. Burns, que deve finalizar o trabalho começado por Neal Purvis e Robert Wade.

Bond 25 estreia no 8 de abril de 2020.