O sucesso de Bohemian Rhapsody foi estrondoso, e deve aumentar um pouco mais agora que o filme do Queen está chegando na China.

Porém, para garantir aprovação dos censores do país, o filme da Fox teve que remover todas as cenas que traziam relações homossexuais ou outro conteúdo gay.

De acordo com o Entertainment Weekly, todas as cenas envolvendo Freddie Mercury e sua relação com Jim Hutton foram cortadas, assim como a sequência de gravação do clipe “I Want to Break Free”, onde todos os membros da banda se vestem de drag.


Bohemian Rhapsody retrata a rápida ascensão de Freddie Mercury (Rami Malek) e do Queen ao sucesso. A trama ainda pretende explorar a relação do líder com os seus colegas de banda, Brian May (Gwilym Lee), John Deacon (Joseph Mazzello) e Roger Taylor (Ben Hardy).

O elenco ainda conta com participações de Lucy Boynton, Mike Myers e Tom Hollander.

A direção ficou por conta de Bryan Singer, que foi demitido ao longo da produção, sendo substituído por Dexter Fletcher (Rocketman).

O filme ganhou 4 estatuetas do Oscar, incluindo Melhor Ator.