O reboot de Hellboy vai ser mais violento e sombrio do que a versão dirigida por Guillermo Del Toro, já tendo confirmado uma classificação indicativa para maiores de 17 anos.

Em entrevista para o ComicBook, o diretor Neil Marshall explicou o motivo dessa classificação.

“Eu acho que não é um acidente que estejamos seguindo um caminho de sucesso ou comprovado de sucesso desse tipo de filme, onde você pode direcioná-lo para o público adulto; o que de certa forma sempre foi envisionado para esse personagem e material”, explica Marshall.


“Então isso definitivamente não nos prejudicou. Mas sempre foi um caso de, na dúvida, voltar ao material original ao invés de sair correndo por aí jogando coisas que não pertencem àquele mundo. Então nunca foi um caso de, opa, temos liberdade pra fazermos o que quisermos. Foi como fazer sem limites, mas não tratar isso como algo sem limites, se isso faz algum sentido”, teoriza o diretor.

Dirigido por Neil Marshall (Game of Thrones), o reboot trará novamente a história de Hellboy (David Harbour), o filho de demônios que escapa do inferno para se tornar um herói após ser criado pelo benevolente Professor Bruttenholm (Ian McShane).

O elenco ainda conta com Penelope Mitchell, que será Ganeida, uma poderosa feiticeira, Daniel Dae Kim como o Major Ben Daimio e Sasha Lane como Alice Monaghan, o novo interesse amoroso do anti-herói.

A estreia de Hellboy está marcada para 16 de maio.