A situação do filme do Flash é bastante delicada e novas informações foram reveladas sobre o estado da produção.

Antes, entenda a história: insatisfeito com o trabalho dos diretores John Francis Daley e Jonathan Goldstein, o ator Ezra Miller convidou o quadrinista Grant Morrison para escrever sua própria versão do roteiro. A Warner Bros. terá escolher entre as duas versões, sendo que há um detalhe muito importante: se o estúdio preferir a versão de Daley e Goldstein, Miller simplesmente abandonará a produção. Já se o roteiro de Miller e Morrison for escolhido, são os diretores que se mandam.

De acordo com o Full Circle Cinema, Ezra Miller não tem nenhuma vantagem por ser uma estrela de cinema. A Warner Bros. não teria nenhum problema em afastá-lo da produção, escolhendo outro ator para o papel, se acreditar que não pode fazer o melhor possível com as ideias que ele apresentar junto de Morrison.


Além disto, o site adiciona que o estúdio está muito satisfeito com o trabalho de Daley e Goldstein. Somente Ezra Miller teve problemas com a versão do roteiro escrita por eles.

O contrato de Ezra Miller para interpretar o Flash é de 5 anos e, como foi firmado em 2014, termina em maio. Portanto, o estúdio simplesmente tem a opção de não renovar com o ator.

Co-diretor de The Flash está “aguardando”

Tendo seu filme solo anunciado há alguns anos, Flash garantiu diretores na forma da dupla John Francis Daley e Jonathan Goldstein (A Noite do Jogo),

Adiado muitas vezes, o projeto já teve Seth Grahame-Smith (Sombras da Noite) e Rick Famuyia (Dope) anexados à função.

Além de Miller, o elenco do filme também conta com Kiersey Clemmons no papel de Iris West.

Flash ainda não tem data de estreia oficial.