Lupita Nyong’o enfureceu vários grupos de pessoas deficientes quando afirmou em entrevista que baseou a voz de sua doppelgänger na Síndrome da Disfonia Espasmódica.

Isso porque o uso dessa voz em uma personagem malvada poderia vilificar a doença.

Em entrevista ao site The View, nesta sexta-feira, dia 29, ela se desculpou francamente pelo ocorrido: “A voz de Red é uma composição de influências e uma criação da minha imaginação. Mas eu me inspirei em uma síndrome chamada Disfonia Espasmódica, que é um transtorno neurológico.”


“No meu processo como atriz, uma das coisas que eu faço é tentar mostrar suas partes mais reais e humanos para a câmera e não julgá-los como bons ou maus. Então no meu processo de explorar novas coisas para Red, eu escutei Robert Kennedy Jr. falar em um evento e isso se tornou minha base,” ela admitiu.

Nyong’o concluiu: “Na minha mente, eu não queria vilificar ou demonizar essa condição. Eu fiz Red com amor e carinho. Mas eu queria realmente basear essa personagem em algo real. Então por isso, queria pedir desculpas para quem eu tenha ofendido”.

Em Nós, uma família vai passar férias em uma casa na praia, mas acaba enfrentando um terror maligno quando versões macabras deles mesmos aparecem para atormentá-los.

Lupita Nyong’o, Winston Duke, Elisabeth Moss, Tim Heidecker, Yahya Abdul-Mateen II, Shadi Wright Joseph, Evan Alex, Madison Curry, Cali Sheldon e Noelle Sheldon formam o elenco.

Jordan Peele roteirizou, produziu e dirigiu Nós, garantindo um controle criativo bastante generoso por parte do estúdio.

O diretor/roteirista venceu o Oscar de Melhor Roteiro Original por Corra! no ano passado.

Nós já está em exibição nos cinemas.