The Walking Dead é uma história de tensão, geralmente causada pelo fato de nos importarmos com aqueles personagens na tela, de sentirmos as dores que eles sentem quando precisam fazer escolhas e enfrentar problemas.

Entretanto, por ser uma série que caminha para sua 10ª temporada, muitos desses amados personagens acabaram deixando o programa em algum momento – e isso não foi bom para o seriado em geral. Listamos 15 casos de personagens cujas as suas saídas prejudicaram The Walking Dead:

The Walking Dead | Andrew Lincoln volta ao set da série


Beth

Beth começou como uma personagem sem graça na 2ª temporada, mas começou a ganhar espaço no 4º ano do programa. Porém, logo após isso os roteiristas resolveram tirar ela da série, o que não foi a melhor opção na época.

Glenn

Por muito tempo, Glenn foi um dos personagens principais do seriado e uma espécie de alicerce narrativo na obra. Sua morte já era esperada por muitos fãs, mas acabou sendo pouco impactante pelo modo como a série tentou esconder isso (e por terem criado uma morte falsa um pouco antes).

Axel

Axel era o único ex-presidiário que tinha uma história realmente interessante. Ele tinha um humor contagiante que dava uma espécie de ânimo diferente ao programa. Infelizmente, foi morto rapidamente pelo Governador com um tiro na cabeça.

Tyreese

Tyreese foi um dos personagens que acabaram sendo mortos no programa apenas para passar a impressão de que qualquer um poderia morrer no mundo de The Walking Dead. Entretanto, sua morte não fez muita diferença na época, já que ele nem mesmo chegou a ser mencionado novamente.

Jesus

Assim como a figura bíblica na qual ele tem o nome inspirado, Jesus é um personagem bom, às vezes até bom demais. Por causa disso, nos afeiçoamos a ele. Infelizmente, os roteiristas deram a ele uma morte bem fraca na 9ª temporada.

O Governador

É verdade que o Governador começou a enfraquecer como vilão ao longo das temporadas, mas ele era um personagem bastante interessante e o primeiro grande antagonista do programa. Mesmo com Negan, o seriado ainda não encontrou um vilão tão bem trabalhado.

Noah

A morte de Noah foi um tanto quanto rápida para o personagem. Ele esteve no programa apenas por uma temporada, mas mostrava que tinha potencial para crescer junto da história. Entretanto, os roteiristas quiseram que ele fosse morto por um bando de zumbis.

Maggie

Uma das personagens mais importantes dessa lista. Ela foi parte do grupo original de protagonistas da série e sempre esteve ajudando os sobreviventes em sua jornada. Alguns fãs não gostaram de sua saída e até mesmo abandonaram a série após o último episódio de Maggie.

Simon

No início, ele era apenas um serviçal de Negan, mas ele cresceu na série com sua personalidade marcante e enlouquecida, angariando muitos fãs no caminho. Talvez Negan não tenha gostado da popularidade do rapaz, que acabou sendo morto pelo vilão.

Carl

Carl era odiado por alguns e amado por muitos. A morte do personagem afetou principalmente Rick, que perde uma parte importante de sua história. Os fãs não esperavam a morte do personagem e foram pegos desprevenidos. Ao menos foi um final interessante para ele.

Hershel

O velho Hershel foi como um mentor para o grupo de sobreviventes durante as primeiras 5 temporadas. Sua saída afetou principalmente Rick, que se tornou um personagem muito mais amargurado. Ainda assim, a importância de Hershel pode ser sentida no programa.

Shane

Shane serviu como uma espécie de contraponto de Rick como o cara legal da série, e inclusive tinha uma ótima relação de amigo e rival com o xerife. Sua saída foi sentida, justamente por ter perdido essa química tão interessante ao programa.

Abraham

Abraham foi o único personagem introduzido na 4ª temporada que era realmente interessante. Seu trauma era uma questão bastante interessante a ser explorada e ele sempre buscava ter a palavra final em qualquer discussão, o que era engraçado.

Rick

Seria impossível não falar de Rick Grimes. O protagonista de The Walking Dead sempre guiou o programa até a 9ª temporada, quando em fim se despediu da série. Ao menos tudo aconteceu em um episódio especial e dedicado inteiramente ao personagem.

Morgan

Morgan deixou The Walking Dead para participar de Fear the Walking Dead, e após isso, a série nunca mais foi a mesma. Com uma história forte e interessante, ele conseguiu conduzir ótimas narrativas. Felizmente, os fãs ainda podem vê-lo no derivado.

The Walking Dead | Norman Reedus revela o que o faria deixar a série