Um dos elementos mais marcantes do terror Nós é a performance de Lupita Nyong’o, especialmente sua sinistra doppelganger e sua fala modificada.

Porém, tal faceta da personagem agora está sofrendo críticas de grupos de deficiência, particularmente pela atriz reproduzir uma disfonia espasmódica em sua performance.

“Conectar deficiências com personagens que são maus só marginaliza pessoas com deficiências, e que também têm habilidades significativas e querem contribuir à comunidade como todos os outros”, afirma Jennifer Laszlo Mizhrai, presidente da RespectAbility.


“Uma das piores partes de se ter uma deficiência é que as pessoas assumem coisas a partir do jeito que você anda, fala ou age, às vezes com pouca compreensão do que causa. Entendamos que ouvir o som único causado pelos sintomas de disfonia espasmódica foi a inspiração para a voz dessa personagem. O que é difícil para nós, e para as milhares de pessoas que vivem com essa condição, é a associação de que sua voz pode ser considerada assombrosa”, complementa a NDSA.

Em Nós, uma família vai passar férias em uma casa na praia, mas acaba enfrentando um terror maligno quando versões macabras deles mesmos aparecem para atormentá-los.

Lupita Nyong’o, Winston Duke, Elisabeth Moss, Tim Heidecker, Yahya Abdul-Mateen II, Shadi Wright Joseph, Evan Alex, Madison Curry, Cali Sheldon e Noelle Sheldon formam o elenco.

Jordan Peele roteirizou, produziu e dirigiu Nós, garantindo um controle criativo bastante generoso por parte do estúdio.

O diretor/roteirista venceu o Oscar de Melhor Roteiro Original por Corra! no ano passado.

Nós já está em exibição nos cinemas.