O The Hollywood Reporter afirma que os X-Men verão seu mundo ser reiniciado nos cinemas pelos estúdios Marvel, após a fusão entre Disney e Fox. O site, porém, lembra que nenhuma posição oficial foi anunciada ainda.

Entre os personagens que estavam com a Fox, o THR publica que “é esperado que o Deadpool de Ryan Reynolds seja a única iteração que passe para a Disney”. A informação sobre o mercenário foi, inclusive, confirmada pelo CEO da casa do Mickey Mouse, Bob Iger.

Além disso, há um detalhe, também revelado pelo site. Há produtores que estão ligados com os filmes dos X-Men desde o ano 2000. Esse é o caso de Simon Kinberg e Lauren Shuler Donner. Participando ou não dos filmes, os dois devem ser creditados, conforme acordo. Antes de qualquer anúncio, a Marvel e Disney precisam resolver essa situação.


O portal afirma que esses contratos terão que ser “desmembrados” ou “rompidos”. Por conta dessas situações, é afirmado que os X-Men podem estrear nos filmes da Marvel apenas em 2021 ou 2022.

Por último, vale lembrar que a Disney herdou a etapa final da divulgação de X-Men: Fênix Negra. Por hora, o longa segue no calendário de lançamentos.

Vingadores: Ultimato | Teoria explica introdução dos X-Men

O novo filme dos X-Men nos cinemas vai adaptar a famosa saga da Fênix Negra, que inclui Jean Grey, vivida por Sophie Turner, afetada por uma entidade cósmica letal.

O elenco de Fênix Negra conta ainda com os retornos de James McAvoy, Michael Fassbender, Jennifer Lawrence, Nicholas Hoult, Alexandra Shipp, Tye Sheridan, Evan Peters e Kodi Smit-McPhee. Jessica Chastain vive a vilã do filme.

Simon Kinberg fará sua estreia na direção, após trabalhar na produção e roteiro de praticamente todos os filmes da franquia.

X-Men: Fênix Negra estreia nos cinemas no dia 7 de junho.