Todas as clássicas animações da Disney devem ser disponibilizadas na plataforma Disney, tirando Song of the South (Canção do Sul).

Lançado em 1946, o filme retrata de maneira preconceituosa a população afro-americana dos Estados Unidos após o fim da Guerra da Secessão.

“Esse filme não seria muito bem aceito pelas pessoas hoje em dia. Não é o interesse dos acionistas trazê-lo de volta”, afirmou Bog Iger, CEO da Disney.


Também não devem ser incluídas na plataforma as cenas do personagem Jim Crow, em Dumbo.

No filme, Jim Crow é um corvo que faz referência ao menestréis de blackface, que se “vestiam” de negros para performances humorísticas e musicais. Além disso, Jim Crow era o apelido das leis que viabilizaram a segregação racial.

Uma nova versão live-action de Dumbo, sem os contornos racistas, está em exibição dos cinemas.

Tim Burton (Edward Mãos de Tesoura) cuida da direção de Dumbo e Ehren Kruger (Transformers: O Lado Oculto da Lua) escreve a nova versão, que reuniu um elenco de peso: Eva Green, Colin Farrell, Michael Keaton, Danny DeVito e Eva Green.

Dumbo já está nos cinemas.