O diretor de X: Men: Fênix Negra, Simon Kinberg, revelou em entrevista ao site Comic Book, no domingo, dia 31, o que ele espera do último filme da franquia dos mutantes.

Apesar de afirmar que com a fusão da Disney, os X-Men podem receber um novo começo, ele avisa: “Desde o começo do que pensamos em realizar com esse filme, bem antes da entrada da Disney, eu sinto que essa é a culminação natural no ciclo de filme dos X-Men”.

“Porque é como ver a família que você ama e respeita durante anos e vê-la ser testada de uma nova maneira. Você vê a família se desintegrar da primeira vez e vê-los se reunir e essa é a culminação de toda a saga dos X-Men”, o diretor garante.


Por fim, Simon deixou claro: “E para mim e a maioria dos fãs, a história da Fênix Negra é a mais legal de toda a franquia. E nós não sabíamos como superar isso nesse ciclo. Então eu senti como se tivéssemos que merecer contar sobre a Fênix. E eu sinto que fizemos isso e queríamos criar um final com a possibilidade de um novo começo e é isso que fazemos neste filme”.

O novo filme dos X-Men no cinema vai adaptar a famosa saga da Fênix Negra, que inclui Jean Grey, vivida por Sophie Turner, afetada por uma entidade cósmica letal.

O elenco conta ainda com os retornos de James McAvoy, Michael Fassbender, Jennifer Lawrence, Nicholas Hoult, Alexandra Shipp, Tye Sheridan, Evan Peters e Kodi Smit-McPhee. Jessica Chastain vive a vilã do filme.

X-Men: Fênix Negra estreia nos cinemas agora apenas no dia 7 de junho de 2019, e não mais em 14 de fevereiro.