Paul McCartney quase foi um pioneiro no mundo das animações. O músico chegou muito perto de produzir um filme sobre Rupert, o Urso. 

O personagem nasceu nos quadrinhos do Daily Express, na década de 1920. Assim como outros ursos da cultura popular, (como Pooh e Paddington) fez muito sucesso no exterior. No entanto, nunca teve um longa – apenas adaptações para TV, sendo a mais famosa na década de 90.

Paul McCartney sempre foi um fã de Rupert e percebeu o potencial do personagem quando lia histórias para sua filha, Heather. Foi assim que na década de 70 o beatle quis comprar os direitos da história, junto ao Daily Express. 


O músico pretendia lançar uma animação, com música original. O astro chegou a escrever canções que ganharam títulos genéricos como Caminhando no Campo e Música do Rupert.

O projeto evoluiu na década de 80, quando Paul McCartney conheceu o animador argentino Oscar Grillo. No entanto, logo o filme foi descartado por causa do orçamento. 

“Oscar queria gastar muito dinheiro. Eu também não o culpo. Se é dinheiro de outra pessoa, você procura gastar o máximo possível bem rápido. Mas em um teste, para ver se a ideia funciona, é arriscado”, Paul McCartney tinha contado para revista Stills em 1984. 

No fim das contas, o beatle acabou produzindo um curta, chamado Rupert and The Frog Song, lançado em 1985. Confira abaixo.