O reboot de Hellboy, que está em cartaz nos cinemas brasileiros, está sendo massacrado pela crítica, e parece que a situação não foi tão diferente nos bastidores da produção.

De acordo com uma extensa matéria do The Wrap, o diretor Neil Marshall se viu em constante conflito com dois dos produtores do filme: Lawrence Gordon e Lloyd Levin. Os confrontos criativos se alastraram por diversas etapas da produção, incluindo com o ator David Harbour e a direção de fotografia.

De acordo com o site, Marshall havia contratado seu fotógrafo habitual, Sam McCurdy, para trabalhar no filme. Ele foi demitido pela produção simplesmente porque sua visão (e a de Marshall) não batia com a do estúdio, sendo substituído por Lorenzo Senatore.


Mais desentendimentos

Outro conflito curioso na produção de Hellboy envolveu discussões pelo visual de uma árvore simbólica na trama. Marshall queria uma forma mais assimétrica, enquanto Gordon e Levi insistiam em um design simétrico. Assim que Marshall entregou o primeiro corte, o filme não lhe pertenceu mais – sendo alterado de diversas formas pela produção.

David Harbour estrela o reboot de Hellboy, que conta com direção de Neil Marshall (Abismo do Medo) e uma abordagem mais próxima dos quadrinhos de Mike Mignola.

O elenco ainda conta com Milla Jovovich, que faz Ganeida, uma poderosa feiticeira; Daniel Dae Kim como o Major Ben Daimio; e Sasha Lane como Alice Monaghan, o novo interesse amoroso do anti-herói.

Hellboy chegou ao Brasil em 16 de maio.

Leia a crítica do filme