Era Uma Vez em Hollywood, novo filme de Quentin Tarantino, já é cotado ao Oscar 2020. O longa é destaque absoluto no Festival de Cannes, um dos grandes termômetros do cinema mundial.

Por conta disso, o site Gold Derby, que faz projeções do Oscar, aposta que Era Uma Vez em Hollywood pode quebrar um tabu de 35 anos. O portal acha possível que Leonardo DiCaprio e Brad Pitt concorram na categoria de Melhor Ator por causa do filme.

A última vez que isso aconteceu foi com o clássico Amadeus, de 1984. Na cerimônia de 1985, Tom Hulce e F. Murray Abraham concorreram na categoria, com Abraham conquistando o prêmio.


O site se atenta ao fato por conta de como Quentin Tarantino construiu o filme. Os personagens de Brad Pitt e Leonardo DiCaprio têm a mesma importância para história e o mesmo tempo de tela.

Em Era Uma Vez em Hollywood, a dupla Leonardo DiCaprio e Brad Pitt toma a frente, interpretando, respectivamente, um ator de TV em decadência e seu dublê na Hollywood de 1969.

Os atores são vizinhos de um casal bem conhecido da época: Roman Polanski e Sharon Tate, que seria assassinada por membros do culto de Charles Manson em uma fatídica noite daquele mesmo ano.

Além de Brad Pitt e Leonardo DiCaprio; Timothy Olyphant, Luke Perry, Damian Lewis, Dakota Fanning, Al Pacino, Emile Hirsch, Clifton Collins Jr, Tim Roth, Michael Madsen, Keith Jefferson, Mike Moh, Nicholas Hammond, Bruce Dern e Margot Robbie completam o elenco.

Era Uma Vez em Hollywood tem previsão de lançamento para o dia 15 de agosto no Brasil.