A Apple está com planos ambiciosos para o serviço de streaming da empresa. O New York Post afirma que a plataforma quer superar a Netflix e outros estúdios nas premiações.

Neste ano, o Oscar teve como destaque Roma, de Alfonso Cuarón, produzido pela Netflix. A Apple quer seguir isso, mas com um número maior de competidores.

O serviço Apple+ estaria planejando lançar seis filmes por ano que possam ser candidatos ao Oscar. A ideia seria seguir o que a Focus faz, que é ter filmes de baixo orçamento (entre US$ 5 milhões e US$ 30 milhões) com apelo para premiações.


As produções também não seriam feitas em conjunto com a A24, que atualmente tem uma parceria com a Apple.

Por enquanto, não há detalhes sobre os projetos que Apple planeja para ganhar destaque nas premiações do cinema.