X-Men: Fênix Negra é usado por Simon Kinberg como uma despedida para atual saga dos mutantes. Em entrevista para o The Hollywood Reporter, o diretor revelou qual foi a principal inspiração para o longa.

O cineasta queria ter um filme semelhante a Logan. O elogiado longa de 2017 contou uma história de despedida do Wolverine, terminando o ciclo de Hugh Jackman como o herói.

“Eu diria que esse filme é um primo próximo de Logan em tantos sentidos porque também é um capítulo final de uma saga. Aquele filme também teve uma naturalidade, intimidade e também emoção que eu tentei capturar para esse longa”, declarou o cineasta.


Para reforçar o seu argumento, Kinberg lembra que Logan não tem uma cena pós-créditos, assim como X-Men: Fênix Negra. O diretor também garantiu que nunca pensou em botar nada nesse sentido, por ser um capítulo final da saga.

X-Men: Fênix Negra está em cartaz nos cinemas.