A franquia de Missão Impossível é uma das mais fascinantes de Hollywood, especialmente quando consideramos que ela ainda está se desenrolando sem reboots ou interrupções desde a década de 90.

Isso quase mudou com Missão Impossível: Protocolo Fantasma, quarto filme da franquia protagonizada por Tom Cruise. Em entrevista para o podcast Light the Fuse, o diretor de fotografia Robert Elswit disse que Ethan Hunt quase foi aposentado no final de Protocolo Fantasma.

“A versão original de Protocolo Fantasma – a maioria das pessoas envolvidas não falava sobre isso, mas eu posso porque ninguém se importa com o que eu falo. A verso original desse filme trazia Tom Cruise encerrando sua carreira de Ethan Hunt o agente para se tornar Ethan Hunt, o Secretário”, revela Elswit.


“A versão inteira disso seria colocar outra equipe da IMF com outro ator – talvez seria com Jeremy Renner, quem sabe – e eles iriam passar por uma série de eventos selvagens, e no fim Tom seria o Secretário e um novo agente assumiria a franquia. Eu achava que isso seria loucura, mas estava só seguindo a banda”, diz o fotógrafo.

O início da produção de Protocolo Fantasma contava exatamente com isso. Jeremy Renner foi contratado para ser o substituto de Tom Cruise no futuro da franquia, e foi Christopher McQuarrie (de Nação Secreta e Efeito Fallout) quem reescreveu o roteiro para manter Hunt no protagonismo – e não por acidente, garantiu o trabalho na direção dos próximos capítulos.

McQuarrie Cruise estarão de volta em Missão Impossível 7 e 8, que estreiam nos cinemas – respectivamente – em 23 de julho de 2021 e 5 de agosto de 2022.