Os fãs ainda pedem para que Zack Snyder divulgue a sua versão de Liga da Justiça. Mas, o diretor escolheu deixar essa decisão para Warner Bros, que detém os direitos do longa. 

Para mexer ainda mais com os fãs da DC, o artista Jay Oliva usou o Twitter para comentar novamente sobre a versão de Snyder. Ao que deu a entender, o filme já estaria pronto. 

“Qual a pergunta? Se você está perguntando sobre como o filme pode ser feito, você está olhando para os números de forma errada. As filmagens terminaram no final de 2016 (eu estava lá na última filmagem)”, primeiro disse o artista para um fã. 


“Zack, então, gastou meses editando. Agora, muitas pessoas acham que os efeitos especiais começam apenas depois das gravações, mas não é verdade. Efeitos especiais podem começar na pré-produção se a cena não precisar de atores”, explicou ainda Oliva. 

Em um outro tuíte, Oliva também contou que existem “múltiplas” versões do corte de Zack Snyder. Esses outros cortes seriam com as edições pedidas pelo estúdio, antes de Joss Whedon assumir o longa.

“Se você quer ver uma versão de Zack de um ponto de vista da história, então há múltiplas versões antes do envolvimento de Joss Whedon. Tudo foi filmado e editado em algo que ele mostrou aos executivos. Se esse corte não existisse, ele teria mostrado o que?”, destacou o profissional.  

Oliva trabalhou de perto com Zack Snyder no desenvolvimento de Liga da Justiça. Com isso, pode-se dizer que é uma fonte segura. 

Liga da Justiça foi lançado em 2017 e não tem previsão para uma continuação.