O recente documentário Deixando Neverland, exibido pela HBO, colocou novamente em destaque as acusações de abuso contra Michael Jackson.

Isso não impediu, no entanto, que o documentário Killing Michael Jackson explorasse a morte do artista.

Agora, em entrevista à Variety, o produtor de Killing Michael Jackson falou um pouco sobre essa abordagem do documentário.


“O filme não julga Michael Jackson e sua música, suas escolhas de vida, ou as alegações”, disse Matt Graff. “O filme é uma história de detetive sobre uma investigação de assassinato de um superstar”.

“Há uma grande fascinação e vai continuar existindo com Jackson”, continuou o produtor.

O documentário Killing Michael Jackson foi lançado no dia 22 de junho de 2019.