O quadrinista Todd McFarlane ainda está envolvido em um reboot para os cinemas de Spawn, que conta com Jamie Foxx e Jeremy Renner escalados em papéis principais. Mas o projeto não anda pra frente.

Há desacordos entre McFarlane e o estúdio, em relação a classificação indicativa. O diretor quer um filme para maiores, enquanto a Blumhouse quer algo mais seguro com 13 anos.

“Olha, eu não desisto. Sou que nem um cachorro com osso. Eu vou chegar lá, prometo. Eu chego lá. Porque eu vou vencer o sistema. Olha o que vou fazer: vou fazer como Kickstarter, e o Kickstarter é esse: eu preciso que 20 milhões de pessoas me deem um dólar. E eu farei esse filme, e quando eu receber o dinheiro de volta, eu vou devolver a vocês. E vocês serão meus produtores, e só vou precisar da distribuição. Isso é possível hoje”, diz.


“Eu preciso de US$20 milhões para fazer esse filme, eu não tenho tudo. Preciso pedir dinheiro às pessoas, e assim que isso acontece, elas têm poder no filme. Como eu disse, é uma batalha de mais forte, porque eu quero fazer esse pequeno filme sombrio para maiores, e eles querem esses filmes de sucesso para 13 anos. Mas nós vamos fazer. Estou tentando ser bonzinho agora, mas estou começando a perder minha paciência. Mas vamos tentar, vai sair de um jeito ou de outro, eu prometo. Não vou desistir”, promete McFarlane.

Spawn conta a história de Al Newman, agente da CIA que é traído duas vezes – na primeira é deixado para morrer por parceiros; na segunda, é convencido no inferno a se tornar um soldado demoníaco para rever sua esposa na superfície.

Ao voltar para a Terra, no entanto, ele descobre que a mulher superou sua morte da forma mais radical possível: se casando com o seu melhor amigo. Enfurecido e amargo, Spawn segue cumprindo sua missão de despachar os piores habitantes da cidade onde um dia viveu para o inferno.

O filme, agora, está em situação indefinida.