ATENÇÃO: Contém spoilers de Homem-Aranha: Longe de Casa

Um dos grandes destaques de Homem-Aranha: Longe de Casa é o Mysterio de Jake Gyllenhaal, que – apesar de se passar como aliado no primeiro ato – é revelado como o definitivo antagonista do longa.

Em entrevista para o The Hollywood Reporter, os roteiristas Erik Sommers e Chris McKenna falaram sobre como Gyllenhaal os ajudou a moldar e transformar o personagem de Quentin Beck; e como a barba foi importante.


“Jake gostava muito da ideia de que ele estava manipulando o amor das pessoas por super-heróis, e a necessidade de heróis. Ele também queria garantir que a fachada do personagem fosse realista. Queríamos que todos acreditássemos que iríamos receber o que estávamos vendo. Queríamos que tudo fosse bem específico para que não parecesse um homem fora do tempo lidando com uma situação bem insana pela qual ele tinha passado de forma trágica”, explica Sommers.

“Ele tem uma barba! Ele queria uma barba. Ele estava certo. É uma daquelas coisas. Ele sabe como é, como ator, o que funciona e o que não. Queríamos alguém que fosse uma figura paterna substituta para Tony Stark. Jake sabia como fazer isso, da performance até o cabelo. Você olha pra ele e pensa, ‘Ah! Eu quero que esse cara seja meu novo pai'”, complementa McKenna.

Em Homem-Aranha: Longe de Casa, Tom Holland retorna como Homem-Aranha. Zendaya, Marisa Tomei, Martin Starr, Jon Favreau, Jacob Batalon e Tony Revolori também estão de volta no filme, que move a ação para férias escolares na Europa.

Samuel L. Jackson também participa como Nick Fury, assim como Cobie Smulders reprisa o papel de Maria Hill. Jake Gyllenhaal é o Mysterio.

Homem-Aranha: Longe de Casa está em cartaz nos cinemas brasileiros.