Larry Sanitsky, produtor da minissérie It – Uma Obra-Prima do Medo, exibida em 1990 na TV, está processando a Warner Bros. O profissional garante ter direitos sobre os filmes de It: A Coisa, incluindo It: Capítulo 2, que não foi lançado ainda.

A Variety afirma que Sanitsky e o produtor Frank Konigsberg adquiriram ainda nos anos 80 os direitos do livro de Stephen King. Na época, a dupla desenvolveu o projeto com a Telepictures e a emissora ABC. Mesmo deixando a produtora, que se fundiu com a Lorimar, os profissionais receberam crédito pela minissérie.

O processo dá conta de que os profissionais assinaram um contrato como produtores executivos não exclusivos. A partir dali, Sanitsky e Konigsberg teriam direito de envolvimento em qualquer sequência, derivado ou remake envolvendo o livro.


A acusação afirma ainda que a Warner Bros não emite declarações de lucro desde 1995. Além disso não fez consultas sobre o remake da franquia. It: A Coisa gerou mais de US$ 700 milhões em bilheteria. O produtor afirma ter 10% do lucro líquido de qualquer remake.

Konigsberg, o outro produtor, faleceu ainda em 2016, aos 83 anos. Sanitsky está com 67 e abriu o caso com representantes corporativos do antigo amigo.

Outro ponto do processo é que a Warner não teria pago nem o lucro da minissérie aos produtores. A dupla deveria ter recebido mais de US$ 1 milhão, por conta dos últimos 24 anos.

It: Capítulo 2 chega aos cinemas em 5 de setembro.