O Professor Hulk (Mark Ruffalo) foi uma das surpresas de Vingadores: Ultimato. Após um salto no tempo de cinco anos, fãs descobrem que Bruce Banner conseguiu unir a sua mente com o corpo do Gigante Esmeralda.

No entanto, essa versão quase apareceu em Vingadores: Guerra Infinita. Essa foi uma das ideias dos roteiristas Christopher Markus e Stephen McFeely, que escreveram os dois filmes.

A revelação foi feita nesta sexta, 19, em um painel na San Diego Comic-Con 2019. O comentário também mostra como um filme pode mudar de última hora.


“Esses filmes são trabalhados até o lançamento. Nós escrevemos isso, nós gravamos isso e então fomos gravar Ultimato. Em Guerra Infinita, ele conseguiria se unir dentro do Hulk mesmo… queimando e acabando com a raça de Cull Obsidian. E não funcionou! Foi completamente no tom errado para o momento do filme. Era um momento de vitória enquanto estávamos indo para derrota, mas nós já tínhamos filmado Ultimato, onde ele já era o Professor Hulk”, contou Markus.

O roteirista ainda comentou que os fãs não precisam ver todas transformações. Até por isso, Banner já aparece como o Professor Hulk depois do salto no tempo em Vingadores: Ultimato.

“Você não precisa explicar tanto como você imagina. Ok, ele é a culminação de Banner e Hulk, agora me dê uma novidade… Parte do desafio e parte do prazer desses dois filmes é como você conta tudo e deixa tudo claro o suficiente para não se perder?”, defendeu-se o roteirista.

Markus ainda contou como esse pensamento abriu espaço para momentos diferentes.

“Uma cena engraçada é Hulk comendo panqueca e é uma cena que não se vê em filmes de heróis”, destacou o escritor.

Vingadores: Ultimato, com conteúdo extra, segue em cartaz nos cinemas.