Shallow, música que levou Lady Gaga ao Oscar de Melhor Canção Original em 2019, é acusada de ser um plágio. A informação foi revelada pelo site Page Six.

O cantor Steve Ronsen afirma que a melodia de Shallow é igual a de uma música sua, Almost, lançada em 2012 e publicada na plataforma Soundcloud. O músico afirma que Lady Gaga usa exatamente a mesma sequência de notas durante todo hit.

Ronsen, com o advogado Mark D. Shirian, pediu milhões para cantora. O advogado de Lady Gaga informou ao portal que “Ronsen e seu advogado estão tentando ganhar dinheiro fácil” a partir do sucesso da estrela.


Outra declaração do profissional é que se Lady Gaga for processada, a cantora “lutará vigorosamente e vencerá”. Os advogados da estrela ainda informam que a sequência de três notas usadas em Shallow é comum, tendo aparecido em canções mais antigas como Dust In The Wind, da banda Kansas, de 1978.

Mesmo assim, Shirian e Ronsen devem insistir na história. O advogado de acusação até informou que entregou um relatório para equipe de Lady Gaga, feito por um “renomado” professor e musicólogo. Esse estudo teria indicado “similaridades rítmicas, melódicas e harmônicas” nas duas canções.

Shallow foi uma composição de Lady Gaga com Mark Ronson, Anthony Rossomando e Andrew Wyatt. Em dezembro, a cantora até contou para imprensa como foi o processo de criação de Shallow.

“Eu estava no piano, cada um tinha uma guitarra nas mãos e nós começamos a criar letras e a conversar um com o outro. Isso é realmente o que a música é. É uma conversa entre um homem e uma mulher. Mas nós não sabíamos disso quando começamos”, contou a cantora na época.

Shallow é a principal música da trilha sonora do filme Nasce Uma Estrela, em que Lady Gaga é protagonista ao lado de Bradley Cooper. A canção também levou um Globo de Ouro e dois Grammys na temporada de premiações.