A grande ação de Doutor Estranho em Vingadores: Guerra Infinita não foi tão fácil quanto parece. O herói teve que viver e morrer em cada uma das 14.000.605 possibilidades que ele analisou.

Tudo aconteceu durante a primeira luta dos heróis contra Thanos. Para ter um melhor plano, o Doutor Estranho decidiu ver em qual futuro os heróis venceriam do Titã Louco.

Em uma sessão de perguntas e respostas com fãs promovida pelo Wired, os diretores Joe e Anthony Russo explicaram sobre como funciona o processo de analisar o futuro. É bastante trabalhoso.


“Ele tem que viver fisicamente e morrer em cada uma delas. Antes dele morrer, ele precisa recomeçar tudo, como no final do filme do Doutor Estranho, e fazer tudo de novo”, explicou Joe Russo.

No final do filme solo, o herói usa o mesmo artifício contra Dormammu, mas envolve o vilão nesse jogo do tempo. É assim que o Doutor Estranho consegue salvar a Terra.

Agora, resta saber se outra dessas possibilidades será revelada em algum momento no MCU (sigla em inglês para Universo Cinematográfico da Marvel).

Vingadores: Ultimato, que encerra a batalha contra Thanos, está disponível em home vídeo. Já Stephen Strange retorna em Doutor Estranho 2 (com título oficial de Doctor Strange in the Multiverse of Madness), com estreia marcada para 7 de maio de 2021.