Uma das grandes injustiças na premiação do Oscar é a ausência de uma categoria para celebrar os feitos de dublês. Por anos, críticos, jornalistas e membros da indústria vêm implorando por esse reconhecimento, mas nada da Academia.

Agora, em entrevista para o Vulture, o coordenador de cenas de ação Jake Gill disse que o sindicato de dublês está considerando um protesto na próxima edição do Oscar.

“Quando eu os abordei pela primeira vez, eles estavam bem dispostos a ajudar. Os anos passaram e eles se cansaram de mim. Agora nem consigo uma reunião”, diz Gill, referindo-se a um encontro com um membro da Academia.


“Ele estava com o pé na porta, disse que era uma ótima ideia e que ia ajudar da forma que pudesse. Eles disseram bem na minha cara, ‘Esquece isso. Nunca vai acontecer'”, disse Gill.

“Atualmente temos 95 membros em nosso grupo este ano, e no próximo vamos marcar a marca de 100 membros, que era um pré-requisito que a Academia tinha para uma categoria do Oscar. Eu sempre discuti que nossa indústria de ação era um grupo menor de indivíduos do que outros departamentos, e que 100 membros votantes não era necessário. Eu também argumentei que outras categorias do Oscar tinham menos de 100 membros para outras categorias do Oscar, mas fui informado de que estava incorreto sobre isso”, continua.

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas não se pronunciou sobre esse pedido. Mas os dublês certamente merecem esse reconhecimento. O Screen Actors Guild of America (SAG) já o faz, então por que não o Oscar?