Era Uma Vez em Hollywood, novo filme de Quentin Tarantino, só chegou neste final de semana em alguns países, incluindo o Brasil. O impacto foi positivo.

Há duas semanas, quando lançado nos EUA, o filme não conseguiu a primeira posição na América do Norte. Agora, ao estrear ao redor do mundo, Era Uma Vez em Hollywood ficou com a primeira posição da bilheteria mundial.

No total, o longa arrecadou US$ 53,7 milhões em 46 países. O filme já tem US$ 180 milhões arrecadados – contando com números dos EUA.


Os melhores resultados individuais ao redor do mundo vieram no Reino Unido, com US$ 8,9 milhões, na França, com US$ 6,9 milhões, e na Alemanha, com US$ 5,6 milhões. Vale notar que a estreia global de Era Uma Vez em Hollywood se tornou a melhor da carreira de Quentin Tarantino, ficando na frente de Django Livre, de 2012.

É uma vitória para filmes originais. Era Uma Vez em Hollywood teve orçamento de US$ 90 milhões.

Com o resultado, Era Uma Vez em Hollywood ficou na frente de Velozes e Furiosos: Hobbs & Shaw. O derivado que vinha liderando a bilheteria mundial fez US$ 45,7 milhões no final de semana.

O Rei Leão, lançado ainda em julho, fechou a lista dos três melhores do final de semana. O remake em live-action adicionou mais US$ 33,8 milhões em sua arrecadação de mais de US$ 1,4 bilhão.

Era Uma Vez em Hollywood é o nono filme de Quentin Tarantino. O elenco tem Brad Pitt, Leonardo DiCaprio e Margot Robbie.

O filme está em cartaz nos cinemas brasileiros.