O ano está entrando em sua reta final. Com isso, Hollywood pode muito bem já ter a sua grande bomba de 2019.

Esse desagradável título deve ficar com MIB: Homens de Preto – Internacional. O derivado da franquia de sucesso conseguiu superar títulos como X-Men: Fênix Negra e Godzilla 2: Rei dos Monstros, que contavam também com projeções e expectativas altas.

Com um orçamento de US$ 120 milhões, o filme fez apenas US$ 250 milhões ao redor do mundo. Apesar de ser a 18ª arrecadação do ano, há vários fatores que transformam MIB: Homens de Preto – Internacional na bomba de 2019.


Em primeiro lugar, o derivado marca a volta de uma franquia de sucesso. Os três primeiros filmes dos Homens de Preto não decepcionaram na bilheteria e ainda popularizaram a franquia, com a dupla formada por Will Smith e Tommy Lee Jones.

Além disso, trouxe direção e elenco fortes para o longa. F. Gary Gray, de Velozes e Furiosos 8, conhecido por cenas emocionantes de ação, ficou na direção. A dupla protagonista foi Chris Hemsworth e Tessa Thompson, embalados pelos sucessos de Vingadores: Guerra Infinita e Vingadores: Ultimato, onde vivem Thor e Valquíria.

O diretor não conseguiu repetir os recentes bons trabalhos. O mesmo pode ser dito da dupla principal, que não conseguiu repetir a química dos filmes da Marvel. Além disso, não tiveram momentos memoráveis em MIB: Homens de Preto – Internacional.

O filme não é considerado ruim, mas é decepcionante. Os fãs esperavam mais de Chris Hemsworth e Tessa Thompson e até algo que lembrasse a dupla original de MIB.

Por conta disso, a franquia pode nem ganhar uma nova sequência, como era planejado antes do lançamento.

Essa razões fazem de MIB: Homens de Preto – Internacional a grande bomba de 2019.