Frozen: Uma Aventura Congelante, da Disney, originalmente tinha planos de fazer Elsa a vilã da história e dar a ela um visual completamente diferente. No período que antecedeu o lançamento da animação em 2013, ninguém sabia o tamanho de um sucesso que a Disney tinha nas mãos com a mais recente história de conto de fadas.

Frozen: Uma Aventura Congelante seguiu Elsa, a Rainha de Arendelle, e sua luta para manter seus poderes de gelo em segredo de todos – incluindo sua irmã, Anna.

O longa-metragem rapidamente se tornou um fenômeno cultural quando chegou aos cinemas. Incluía a música do ano “Let It Go”, que foi tocada repetidamente nos meses seguintes, e teve apelo instantâneo de merchandising.


Toda criança queria construir seu próprio boneco de neve com um boneco Olaf, enquanto Anna e Elsa se tornavam rapidamente famosas. Tudo isso fez com que a chegada de Frozen 2 fosse muito aguardada, especialmente porque os trailers mostram um tom mais adulto e Elsa está treinando para dominar suas habilidades.

Toda a atenção e sucesso que Frozen: Uma Aventura Congelante recebeu tornam quase impossível imaginar o filme acontecendo de outra maneira.

No entanto, as primeiras discussões para o filme tiveram algumas diferenças significativas para Elsa – mais notavelmente o fato de que ela originalmente seria a vilã. Isso não só mudaria toda a sua história, mas também teria dado a Elsa um visual mais sombrio também. Veja o design original mais abaixo, ao lado do de Anna.

A história de Frozen é vagamente baseada no conto “The Snow Queen”, de Hans Christian Andersen, de onde veio a ideia de Elsa ser vilã. Os poderes de Elsa são modelados em torno daqueles da Rainha da Neve, que serve como a antagonista da história original.

Essa versão de Frozen teria acompanhando Elsa com cabelo preto curto, em vez do longo cabelo loiro que recebeu. Seu traje também teria mudado para ter cores mais neutras em vez de ter o vestido gelado que ela usa na maior parte de Frozen. Como vilã, isso também significaria que Elsa não seria a irmã de Anna nesta versão da história.

Felizmente, a decisão foi tomada para se afastar dessa abordagem para Frozen, e as mudanças necessárias foram feitas para fazer com que parecesse um filme mais tradicional da Disney. O sucesso com crítica e bilheteria prova que a Disney fez a decisão certa. O filme não foi apenas um sucesso por alguns meses, já que manteve uma forte presença na cultura pop seis anos depois.

Frozen 2 estreia somente em 2 de janeiro de 2020, no Brasil.