Rambo: Até o Fim chegou aos cinemas de quase todo o mundo nesta semana, e a recepção não tem sido positiva. E, agora, o novo filme de Sylvester Stallone ganhou mais uma crítica pesada: a de David Morrell, que escreveu o livro First Blood, inspiração do primeiro filme.

Em seu perfil oficial do Twitter, o autor compartilhou o link de uma entrevista com o USA Today, e ainda falou que tem vergonha de ter qualquer associação com a obra.

“Eu concordo com essas críticas de Rambo: Até o Fim. O filme é uma bagunça. Tenho vergonha de ter meu nome associado a ele”, escreveu o autor.


Vale lembrar que Morrell nunca foi um grande fã da adaptação cinematográfica de seu personagem, e Até o Fim definitivamente não muda isso.

“O tempo passou para Rambo (Sylvester Stallone), que agora vive recluso em um rancho na fronteira entre os Estados Unidos e o México. Sua vida marcada por lutas violentas ficou para trás, mas deixou marcas irreparáveis. No entanto, quando uma jovem amiga da família é sequestrada, Rambo precisará confrontar seu passado e reviver suas habilidades de combate para enfrentar um dos mais perigosos cartéis mexicanos. A busca logo se transforma em uma violenta caçada por justiça, onde nenhum criminoso será perdoado”, diz a sinopse do novo filme.

O elenco ainda conta com Paz Vega (The OA), Óscar Jaenada (Piratas do Caribe: Navegando em Águas Misteriosas), Sergio Peris-Mencheta (Resident Evil 4: Recomeço), Yvette Monreal (NCIS), Adriana Barraza (Thor) e Joaquín Cosio (007 – Quantum of Solace).

A direção é de Adrian Grunberg (Plano de Fuga), com roteiro assinado por Matthew Cirulnick e pelo próprio protagonista.

Rambo: Até o Fim está em cartaz nos cinemas.