A Marvel tinha outra ideia para Guardiões da Galáxia. O estúdio queria contar com Colin Trevorrow, o diretor de Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros e Jurassic World 3.

O diretor, porém, não aceitou o trabalho. Assim, James Gunn ficou com o comando do grupo cósmico da editora.

“Eu não era uma criança dos quadrinhos. Não era algo meu. Eu era uma criança de Star Wars, de Indiana Jones, de Spielberg – isso eram minhas coisas”, declarou o diretor para o podcast da Empire.


O cineasta não tinha nada contra o estúdio. Trevorrow apenas acreditou que não era o diretor para o trabalho.

“Foi uma ótima conversa, mas um pouco mais de entendimento sobre precisar ser alguém que ama para fazer. Eles (os outros diretores) deveriam estar dirigindo o filme. Você tem que respirar e viver isso como fiz com Jurassic Park e com filmes que me envolvo”, completou o profissional.

James Gunn deu tão certo no comando que também dirigiu Guardiões da Galáxia 2. Depois de finalizar Esquadrão Suicida, que estreia em 2021, o cineasta ainda finalizará Guardiões da Galáxia 3.