O filme de origem do Coringa já está causando polêmica antes mesmo de chegar aos cinemas, já que alguns críticos que assistiram ao filme em festivais o consideraram “perigoso” por ser violento e incitar atos idem.

Durante entrevista para o Telegraph, Joaquin Phoenix se mostrou desconfortável com essa suposição. O jornalista questionou se o ator “se preocupava se o filme poderia inspirar exatamente o tipo de pessoa que retrata, com resultados potencialmente trágicos”.

“Por que você…? Não… não”, resmungou o ator antes de se levantar e sair pela porta. Ele retomou a entrevista uma hora depois, após o jornalista conversar com a equipe de relações públicas da Warner Bros.


Phoenix afirmou que a pergunta não havia passado por sua cabeça, e então perguntou “como seria uma resposta inteligente” para ela.

O filme do Coringa, da DC, tem ainda Zazie Beetz (Atlanta), Robert De Niro, Bill Camp (Operação Red Sparrow, A Grande Jogada), Frances Conroy (American Horror Story, Castle Rock), Brett Cullen (42, Narcos), Glenn Fleshler (Billions, Barry), Douglas Hodge (Operação Red Sparrow, Penny Dreadful), Marc Maron (Maron, GLOW), Josh Pais (Motherless Brooklyn, Going in Style), e Shea Whigham (O Primeiro Homem, Kong: A Ilha da Caveira).

Todd Phillips (Se Beber, Não Case!) dirige o filme e também assina o roteiro ao lado de Scott Silver (O Vencedor). A produção ainda conta com o astro Bradley Cooper.

Coringa estreia nos cinemas brasileiros em 3 de outubro.