Nesta sexta, 13, a Netflix lançará a comédia romântica Crush à Altura. No entanto, o tema do filme está gerando críticas por parte de alguns espectadores nas redes sociais.

A trama traz a história de uma adolescente que tem uma altura acima da média. Por conta disso, a jovem Jodi nunca se sentiu confiante e é alvo de piadas dos colegas. Agora, a garota de 1,85 metro de altura decide que é a hora de uma mudança.

Nas redes sociais, os fãs dizem que o filme representa “um preconceito contra altos” em uma garota branca. Enquanto isso no mundo real, pessoas sofrem com racismo.


A diretora Nzingha Stewart, que é afro-americana, soube das críticas e deu uma resposta no site Black Girl Nerds. A cineasta foi direta com os críticos.

“Eu acho que se algo não ofende você de verdade – não é algo que vai atrás de você ou de alguém que você ama – então deixe isso viver. O filme não precisa ser sobre você ou para você ter um valor artístico do mundo”, declarou Stewart. “Apenas não tenha uma reação forte, ‘Bem, é opressão suficiente que constituti um filme?’ Se não está ofendendo, deixe viver. Talvez, essa história tenha um valor para alguém. Perdemos muito em nos juntarmos rapidamente a uma crítica seja qual ela for”, completou a diretora.

Stewart ainda lembrou sobre o fato que as conclusões são feitas a partir do trailer. Ninguém pôde ver Crush à Altura ainda.

“O fato de que há essas críticas e ninguém viu ainda? Isso mostra que as pessoas não se deram uma chance de aproveitar o filme. Se acalme e se dê a chance de aproveitar algo”, finalizou a comandante da comédia romântica da Netflix.

“Ela sempre se sentiu constrangida por ser a garota mais alta da escola. Mas agora, após anos tentando se esconder e evitar gozações, ela decide que é hora de dar a volta por cima”, afirma a descrição da Netflix.

O elenco principal conta com Ava Michelle, Griffin Gluck e Sabrina Carpenter.