Um Lugar Silencioso: Parte 2 vai trazer uma continuação para o terror de sucesso do ano passado, mas com uma diferença: a ausência dos roteiristas Bryan Woods e Scott Beck.

Durante entrevista para o ComicBook, a dupla explicou porque não está tão envolvida na continuação, que traz de volta o elenco e o diretor John Krasinski.

“Como criadores do filme e da franquia, sempre temos as mãos na mistura. Mas o que foi bem engraçado no fim de semana de estreia no ano passado é que a reação quase imediata do estúdio é que haveria uma continuação. A nossa reação, assim como a do John, foi ‘Não sabemos se precisa de uma continuação”, diz Beck.


“Sempre pensamos nele como um filme isolado, e o que eu e Bryan tentamos fazer com Um Lugar Silencioso era trazer um espaço para ideias originais em um grande nível cinematográfico. Então a decisão que eu e Bryan tomamos foi a de estar envolvido de forma passiva. E foi ótimo que John teve uma ideia que ele amou e assumiu a liderança”, complementa Woods.

“We always envisioned it collectively as a standalone film, and very much like what Bryan and I were trying to mount on the wake of A Quiet Place is actually what we consider learning the right lesson, is that there actually is space for original ideas on a big theatrical level. So the decision that Bryan and I made was we’ll be passively involved in it. And what was great was John ended up cracking an idea that he really loved and he took the ball and ran with it.”

Um Lugar Silencioso: Parte 2 deve ser completamente diferente do filme original, com novos personagens e novas oportunidades para ação e emoção, com John Krasinski descrevendo a continuação como uma “expansão” do universo do primeiro filme.

Krasinski retorna para dirigir e escrever o filme, que deve contar com os retornos de Emily Blunt, Millicent Simmonds e Noah Jupe. Cillian Murhy (A Origem) é uma das novidades no elenco.

Um Lugar Silencioso: Parte 2 será lançado em 20 de março de 2020.