A separação de Marvel Studios e Sony Pictures na divisão do Homem-Aranha nos cinemas ainda não foi aceita pelos fãs. Tampouco pelos membros da indústria envolvidos na produção desses filmes.

Em entrevista para o Toronto Sun, Joe Russo, que co-dirigiu Capitão América 2: O Soldado Invernal, Capitão América: Guerra Civil, Vingadores: Guerra Infinita e Vingadores: Ultimato ao lado de Anthony, disse que a Sony cometeu um trágico erro em sair do acordo.

“Foi uma união tensa e frágil durante todo o processo. Mas vou dizer, afastando-me e tentando ser o mais objetivo possível, que eu acho que é um erro trágico da parte da Sony pensar que eles podem replicar a habilidade de Kevin Feige em contar histórias incríveis e o sucesso incrível que ele teve ao longo dos anos. Eu acho que é um grande erro”, diz Joe Russo.


A Sony ainda não anunciou oficialmente o próximo filme do Homem-Aranha, que terá o retorno de Tom Holland. Como parte de seu universo próprio, o estúdio desenvolve filmes de Morbius e uma continuação de Venom.

Enquanto isso, Homem-Aranha: Longe de Casa chega no mercado home video no mês de outubro, marcando a última produção do herói no MCU.